Sobre o Cancelamento do Bolsa Família

Veja tudo sobre Cancelamento do Bolsa Família – Lembrando que, o Bolsa Família é um programa instituído pelo governo para erradicar a pobreza e a extrema pobreza, tentando assim romper o ciclo hereditário de miséria das famílias mais vulneráveis.

Esse programa foi criado em 2003 e oficializado em 9 de janeiro de 2004. Logo após a prática desse programa em todo o território brasileiro pode-se notar uma melhora em relação a população mais carente comparado aos mesmos meses de ano anteriores.

O Bolsa Família é programa, que visa melhorar a desigualdade social e a cidadania. Assim todos os seus beneficiários tem o dever de fiscalizar e se serem honestos com as suas condições.

Veja os tópicos a seguir e entenda como ocorre o cancelamento do programa:

Como funciona o programa Bolsa Família?

Todos têm direto ao benefício, contanto que se encaixem as condicionalidades colocadas pelo programa.

É importante ressaltar que o poder público, em todos seus amplos aspectos e poderes, tem o compromisso de assegurar que os direitos sociais básicos cheguem a todos que necessitam dele.

Essas condicionalidades são referentes ao compromisso das famílias em reforçar o acesso a educação, à assistência social e à saúde, visando que as futuras gerações rompam o ciclo da pobreza e gerem melhores oportunidades de inclusão social.

Como funciona o atendimento do Bolsa Família?

O atendimento do Bolsa Família é feito tanto presencialmente, como nos postos de atendimento do CRAS (Centro de Referência em Assistência Social), ou pelo saque fácil (0800726-0207).

É de extrema importância que você esteja sempre unido dos seus documentos para que o atendimento seja descomplicado e rápido.

Ambos atendimentos são feitos por agentes do governo, prestadores de serviços sociais, então não se preocupe com fraudes, mas sempre fiquei atento!

Veja esse vídeo do Aplicativo Bolsa Família

Quais as vantagens de ter esse benefício?

Os benefícios previstos no programa Bolsa Família variam de acordo com a composição da família que seria: número de pessoas, idades, presença de gestantes, etc. E da renda da família beneficiária.

O programa oferece uma renda mensal, que é relativa para cada situação familiar, além disso, ter o cadastro efetivado no Bolsa Família, garante acesso a outros benefícios e facilitação no ingresso em cursos de capacitação e até mesmo universidades públicas.

Para adquirir maiores informações você pode ver quem é beneficiado por esse programa click nesse link.

Como as famílias saem do programa?

O Bolsa Família é um benefício gratuito, as famílias que precisam fazer parte desse programa são colocadas a certas condicionalidades, se por desventura ocorrer o descumprimento das mesmas, como por exemplo: por falta de atualização cadastral, por melhorarem sua renda e não se adequarem mais ao programa ou também por não cumprirem os compromissos na área da saúde e educação. Assim o programa pode efetuar o corte dessa família.

Há também a possibilidade de as famílias saírem por conta própria, indo até uma unidade de atendimento do Bolsa Família e efetuando o desligamento voluntário.

Nesse caso, a família poderá contar com o Retorno Garantido, que é uma acessão para esses casos, em que num período de 36 meses depois do desligamento, a família poderá voltar a receber o benefício Bolsa Família sem passar por um novo processo de seleção.

Sobre o Cancelamento do Bolsa Família

O cancelamento do benefício pode ocorrer por quatro motivos diferentes, que seriam:

1 – Renda acima da declarada: O governo tem a possibilidade de cruzar informações de diferentes bancos e dados, graças a essa facilidade, se houver famílias que tem a renda superior a 440 reais por pessoa, será desligada do programa.

2 – Ausência de saque: O benefício do Bolsa Família deve ser sacado num período de 90 dias, se após esse período houver ausência de saque ou movimentação na conta, o MDSA entende que a família não necessita mais da assistência financeira e efetua o desligamento automaticamente.

3 – Cadastro desatualizado: As famílias beneficiadas pelo Programa Bolsa Família, devem ficar atentas ao prazo obrigatório de atualização de dados, que é feito a cada 2 anos, se o responsável pelo benefício não fizer a atualização dentro do prazo, o auxílio fica retido e ele não poderá efetuar o saque.

4 – Informações incorretas: É muito importante verificar se as informações do CadÚnico estão corretas e batem com o cadastro do Bolsa Família, para que não haja possíveis trocas de informações.

Se for preciso conseguir maiores informações você pode entrar no site oficial do programa clicando nesse link.

O que fazer se meu benefício for cancelado, bloqueado ou suspenso?

Se ocorrer alguma das situações com seu benefício, é importante que mantenha a calma e vá a um posto do CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) ou na Prefeitura da sua cidade.

Leve seus documentos e procure o setor responsável pelo Bolsa Família, para a verificar o motivo do desligamento. Lembre-se que o não cumprimento das condicionalidades pode levar ao cancelamento do benefício.

Lembre-se!

Esse benefício é único e exclusivamente oferecido pelo governo, não se deixe levar por fraudes ou fake News.

Além destas plataformas, existem também os e-mails:

  • Para dúvidas referente ao Bolsa Família e Cadastro Único;

gestorpbf@mds.gov.br

  • Para perguntas exclusivamente referente ao Cadastro Único;

cadastrounico@mds.gov.br

  • Para informação sobre a frequência escolar das crianças e jovens.

frequenciaescolar@mec.gov.br

Veja mais sobre o Bolsa Família, clique aqui.

Contudo, se você gostou do artigo VOTE e em seguida COMPARTILHE.

você pode gostar também

Esse site usa cookies. Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade